quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Recupere o cabelo detonado #2 - O Cronograma Capilar (O que é, como fazer, dicas)

Oi meninas! Hoje vim falar de um assunto que a maioria de vocês não costumam ouvir, mas que vai fazer grande diferença na hora de recuperar o cabelo. Você sabia que para ter um cabelo hidratado, com brilho, força, maciez, fios alinhados e sem fissuras, não basta apenas hidratar ele sempre? Você precisa de 3  etapas, para conseguir devolver tudo que seu cabelo precisa por completo: Hidratação, Nutrição e Reconstrução. E para realizar todas essas etapas, temos o Cronograma Capilar.
Mesmo parecendo, ele não é nada difícil, e você mesma pode fazer. Tenho certeza que com o Cronograma, irá reparar grande mudança nos fios, e vai adorar!  

Cronograma Capilar

O que é? 
O Cronograma nada mais é do que uma agenda de cuidados com o cabelo, onde você tem três etapas: hidratação, nutrição e reconstrução, como já mencionado anteriormente. Ele geralmente é usado para fazer recuperação em cabelo pouco ou extremamente danificados, mas também possui a versão para cabelos saudáveis. 

Como funciona?

Antes de tudo, é preciso entender que você não precisa seguir o cronograma exatamente como ele é. Cada cabelo tem uma necessidade diferente e reage de certa forma em cada etapa. O que quero dizer, é que você pode começar seguindo o cronograma oficial, e ao longo do tempo interpretar os sinais do seu cabelo e montar o seu próprio cronograma, com as etapas que você mais gosta e acha que teve mais resultados. A forma de uso é muito simples: você irá olhar a agendinha, e acompanhar cada tratamento.
  • Afinal, porque devemos fazer as 3 etapas: Hidratação, Nutrição e Reconstrução? Simplesmente porque são os 3 tratamentos que o cabelo mais precisa.  A hidratação dá maciez e tira o ressecamento, A nutrição dá brilho, alinha  os fios e tira o frizz, e a reconstrução reestrutura a fibra capilar, reparando fissuras causadas por química. Não tem como você conseguir uma recuperação dos fios utilizando apenas uma etapa, pois cada uma irá agir num ponto específico do cabelo, e é com a união de todas elas que ele ficará saudável.
 Etapas:

Hidratação: 
  • O que é?
É o tratamento usado para repor a água dos fios, que é necessária para continuarem resistentes, maleáveis e brilhantes. 
  • Quando é indicada?
A hidratação é indicada para cabelos ressecados, desgastados pelo sol, vento ou água em excesso; Outra indicação importante é para cabelos naturalmente secos ou ressecados pelo uso de secadores e pranchas.
  •  Quais produtos usar?
Para a hidratação você pode usar máscaras com poder hidratante, que são as que contém na fórmula silicones, aloe vera (babosa), álcool modificado, vegetais, pantenol, açúcares, vitaminas, glicerina ou que são à base de frutas. 
  • Quais os benefícios?
Esta fase deixa seu cabelo macio, com balanço, sedoso e pode ser feita com frequência porque não sobrecarrega os fios.

Nutrição: 
  • O que é?
É o tratamento usado para alimentar o cabelo, ou seja, devolver a ele os nutrientes necessários, que são perdidos no processo de oxidação.
  • Quando é indicada?
A nutrição é indicada para cabelos que possuam química ou estragos causados por danos externos (sol, chuva, vento). Geralmente é usada em cabelos secos, porosos, sem brilho, sem balanço, desalinhados e com frizz.
  •  Quais produtos usar?
Na nutrição são utilizados óleos umectantes ou então máscaras com poder nutritivo. Dentre os óleos, você pode optar por Óleo de Côco, Óleo de Rícino, Azeite de Oliva, Óleo de Argan, Óleo de Tutano e etc. Já nas máscaras, você deve procurar pelas palavras oil, essencial oil, butter, ceramidas e também na composição.
  • Quais os benefícios?
Esta fase deixa seu cabelo com brilho, sela as cutículas, garante força e acaba com as pontas ressecadas.

Reconstrução: 
  • O que é?
É o tratamento usado para devolver as propriedades naturais dos fios, reestruturando a fibra capilar e reparando fissuras causadas pela química. 
  • Quando é indicada?
A reconstrução é indicada para cabelos muito ressecados ou quebradiços, antes e após processos químicos. O aconselhável é que se faça no máximo 1 vez a cada quinze dias (quando o cabelo estiver muito danificado, ou quando se usa químicas capilares). Já em outros casos, o ideal é que seja feito apenas 1 vez no mês.
  •  Quais produtos usar?
Máscaras que contenham Queratina, Colágeno, Arginina, Cisteína e Creatina na composição.
  • Quais os benefícios?
Garante aos fios fortalecimento e proteção. Geralmente essa etapa deixa o cabelo mais durinho, por ser mais profunda, porém é normal.
O.B.S.: A queratina em excesso pode causar quebra, portanto deve ser usada com cautela.
Agenda 

Agora que você já sabe tudo sobre o Cronograma e as etapas compostas nele, é hora de colocar em prática. O cronograma abaixo é o meu preferido, e você pode escolher a opção de acordo com o estado do seu cabelo.
Agora, é só seguir as semanas, fazendo cada etapa em um dia diferente.


Então é isso galera, espero que tenham gostado das informações! Caso tenham alguma dúvida, podem deixar aqui nos comentários que eu irei esclarecer tudo 🤗❤️ Até o próximo post!

Recupere o cabelo detonado #1 - 5 Erros que você comete com o seu cabelo

Oi galera, tudo bem com vocês? Nesse post eu vim apresentar alguns erros que cometemos com o nosso cabelo, e que além de prejudicá-los bastante, impede a recuperação e o objetivo de ter um cabelo saudável. Também postei um vídeo no canal comentando todas essas dicas! Então vou deixar a opção de assistir também, por aqui. Após terem conhecimento desses erros, tenho certeza que irá ficar mais simples de cuidar do cabelo e evitá-los. E fiquem de olho, pois ainda vou publicar muitos posts ensinando a recuperar o cabelo detonado! Esse é apenas o primeiro 😉 Deixe-me saber se vocês gostaram do tema aqui nos comentários, e se tiverem também alguma sugestão para próximos posts, podem deixar aqui! 😊


1º Erro: Lavar o cabelo com água quente

A água quente sensibiliza os fios, deixando-os ásperos. Eles incham devido ao calor e ficam com as cutículas abertas, causando embaraçamento maior que o normal, ressecamento e quebra. Também tira o balanço e brilho, e causa maior oleosidade no couro cabeludo. Na maioria das vezes você consegue perceber o dano logo após a lavagem.
Solução: Lavar o cabelo com água fria ou morna. A água fria alinha e sela as cutículas, dá brilho e mantém os nutrientes no interior da fibra capilar.

2º Erro: Uso excessivo do secador e da chapinha

O secador, usado ao longo do tempo, deixa o cabelo muito mais ressecado, chegando até a um ressecamento extremo. O calor que entra em contato com os fios retira a umidade dos mesmos, deixando-os desidratados e frágeis, podendo causar quebra.
Já a chapinha, que tanto amamos, causa um dano ainda mais severo. Ela retira a umidade natural dos fios, deixando eles ainda mais ressecados e sem vida. Com o tempo, você perceberá diferença tanto no comprimento quanto nas suas pontas (elas são as que mais sofrem!).  
Solução: evitar usar esses dois itens. Quando achar necessário, utilize antes um protetor térmico, pois ele vai criar uma película em volta do seu fio protegendo dos danos gerado pelo calor.

3º Erro: Esfregar o cabelo com a toalha

Após sairmos do banho, onde o cabelo encontra-se úmido, costumamos esfrega-lo com a toalha, não é mesmo? Mas essa prática causa muito frizz e também quebra. O cabelo quando está úmido fica muito mais frágil, e o atrito que geramos faz mal.
Solução: apenas pressionar o cabelo levemente contra a toalha. De preferência use uma toalha de microfibra, que é mais indicada, ou então uma camisa velha de algodão, que dará o mesmo efeito.
  
4º Erro: Uso excessivo de química

Sabemos que para ter um cabelo saudável, temos que abrir mão de certos tipos de química, que fazem muito mal ao fio. A química causa quebra, ressecamento, frizz, pode mudar a estrutura do fio, causar oleosidade e etc. Então, se você está procurando por uma forma de recuperar o cabelo, terá que evitar ao máximo todos esses danos.
Solução: Se não for possível manter um cabelo livre de química, tente pelo menos deixar ele "descansar" por algum tempo, para você recuperá-lo o máximo que puder. Afinal, para fazer qualquer procedimento, você precisa antes cuidar dos fios, e deixá-los fortes e saudáveis.
 
5º Erro: Não proteger os fios

Algumas pessoas não tem o hábito de proteger os fios, e não sabem o quanto isso é importante para a recuperação. A proteção irá garantir que eles não danifiquem ainda mais, garantindo um cabelo saudável no futuro. Vários produtos são indicados por cabeleireiros, como Leave-in, silicone, creme sem enxágue, reparador de ponta, silicone, protetor térmico e etc.
Solução: usar shampoo e condicionador para cabelos danificados, creme sem enxágue nos cabelos úmidos, protetor térmico antes do secador e chapinha e spray de cabelo com proteção solar para os dias que for se expor ao sol.


Agora que você já conheceu os erros mais comuns e sabe o que fazer para evitá-los, está mais perto de ter um cabelo saudável! Espero que tenham gostado desse post, e que possam aproveitar bastante as dicas. Não se esqueça de se inscrever no meu canal, deixar o seu like e ativar o sininho para não perder nenhum vídeo. Um beijoooo! 💋

A História do meu cabelo (Recupe o cabelo detonado)

Olá garotas! Pra dar início aos posts de recuperação capilar, vou começar contando um pouco da história do meu cabelo, as mudanças que ele já sofreu, para assim mostrar como eu o recupero toda vez. Muita gente me pergunta como posso ter um cabelo saudável mesmo passando por tanta química, mas é por conta dessas dicas, receitas e rotinas que vou ensinar, que consigo manter ele bonito. Vou falar, não é fácil! Se você está com seu cabelo detonado, provavelmente deve estar achando que não há mais nenhum solução além de cortá-lo. Mas não se desespere, porque o que vou ensinar aqui são dicas realmente valiosas, que vão te trazer uma pontinha de esperança ao ver o cabelo melhorando aos poucos. É importante também dizer que não existe uma fórmula milagrosa, portanto temos que ter muita paciência, cuidado e disciplina mesmo! Mas pode confiar em mim, vamos fazer tudo certo.


Se você está desmotivada, comece agora a acompanhar esse e os posts seguintes, e também os vídeos do canal. Eles serão sempre continuações, portanto vou enumerar. Siga todos em sequência pra melhores resultados! ;) 

A história do meu cabelo

Essa foto é de 2012, da primeira vez que pintei o cabelo. Sempre tive o cabelo longo e muito saudável, mas minha vontade de ter ele colorido era enorme, então minha mãe me ajudou, descolorindo as pontas e tingindo com violeta genciana misturada no creme branco. A cor ficou linda, e o dano não era tão visível. A partir daí me apaixonei e comecei a pintar o cabelo com frequência, de diversas cores.


Fiquei uns tempos no roxo e no azul, até que enjoei e quis mudar pro rosa, que é uma cor difícil de ser tirada (quase impossível!!!), e eu já sou uma pessoa que ama mudanças. Sempre que eu retocava percebia que a cor ia ficando cada vez mais escura e feia, sem brilho nenhum. Devido a isso sempre descoloria e pintava novamente, pra ver se talvez a cor ficaria mais forte, o que acabou danificando o cabelo a longo prazo. O mesmo aconteceu quando eu quis mudar de cor, portanto eu fazia inúmeras descolorações, nunca me preocupando em cuidar do cabelo. 




Passei pelo roxo de novo, azul, verde, laranja e fiz várias cores juntas também. E tudo isso sem hidratar pelo menos uma vez na semana. Meu cabelo já estava danificado, mas como ele é bem forte eu quase não reparei, achava que ele nunca ia chegar ao ponto que chegou hoje em dia. Era descoloração atrás de descoloração, tintura, chapinha, secador, e até processos para retirada da cor. Usei tinta comum para ter ele castanho novamente. 





Após um tempo enjoei e quis ficar loira (o que não deu muito certo). Para isso tive que fazer 3 descolorações. Porém ele ficou manchado com tons de rosa (sim, o rosa não saiu, mesmo depois de anos), o que me levou a testar um tutorial do Youtube, ensinando a tirar a cor usando Dekap Color + chapinha. Acumulando toda a química que fiz durante anos, meu cabelo chegou no ponto máximo que ele podia aguentar e ficou MEGA ressecado, armado, sem brilho, sem vida, lotado de pontas duplas, todo quebrado, e começou até a cair pedaços. Eu mal conseguia penteá-lo. 


Resultado de tanta química:
 


Após isso consegui recuperá-lo, com as mesmas dicas que vou ensinar aqui. Já passei por outras transformações novamente, e agora (2018) estou loira, refazendo todo esse processo para tê-lo saudável novamente. Algumas fotos:

   



E se você está com o cabelo armado, sem vida, ressecado, quebrado e com pontas duplas, ESSA SÉRIE DE POSTS E VÍDEOS É PRA VOCÊ! Vem comigo cuidar do cabelinho e recuperar todos os danosssss! Lembrando que eu reuni as melhores receitas, e que testei cada uma antes de mostrar pra você. Continue acompanhando o blog, e se inscreva no meu canal para não perder nenhum vídeo. Também me siga no Instagram, pois lá eu também divulgo dicas exclusivas ;)

CANAL DO YOUTUBE 💗
INSTAGRAM                  💗

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Curso de Automaquiagem - Aula #1


Olá garotas! No post anterior eu dei início a um Mini Curso de Auto maquiagem para Iniciantes, onde contei um pouquinho da história da maquiagem, e agora estou aqui para a nossa primeira aula. Hoje vamos aprender como preparar a pele para a maquiagem, o que é essencial, pois garante mais uniformidade ao rosto, melhor textura e fixação da make. 

Nesta aula vamos aprender:
  • Quais são os produtos corretos para seu tipo de pele
  • Tipos de rosto
  • Como escolher o produto certo pro seu tom de pele
  • Como limpar a pele
  • Quais produtos não devem faltar para uma boa maquiagem

1- Tipos de Pele
É importante saber o produto certo para seu tipo de pele, pois cada uma pede cuidados específicos. Confira abaixo:

Pele normal: É indicado evitar produtos que causem o ressecamento, pois tem tendência a ficar seca no inverno.

Pele oleosa: Evite qualquer produto que esteja direcionado para peles secas, já que eles costumam estimular o aumento do brilho da sua pele, criando mais oleosidade. Aposte em produtos secos, que não contém hidratante na sua composição e sejam oil free.

Pele seca: Use produtos que possuem a função de hidratação, inclusive aqueles com óleo na composição. Para evitar o efeito craquelado você precisa caprichar numa preparação de pele com um hidratante facial potente, primer com ômegas e ter bastante cuidado ao tirar a maquiagem.

Pele mista: Ter uma pele mista é ficar sempre entre os produtos secos e oleosos. Afinal de contas, qual escolher? O mais indicado seria não dar o mesmo tratamento para todas as regiões do rosto. Portanto, evite produtos oleosos na zona T, e use hidratantes leves nas outras zonas, para que não descamem.


 Resultado de imagem para tipos de pele

2- Formatos de Rosto
Sabemos que a maquiagem pode mudar detalhes em nosso rosto. Com ela, podemos afinar o nariz, diminuir a testa ou então levantar as maçãs do rosto. Porém, para conseguir esses efeitos, é necessário levar em consideração o formato do rosto, para fazer um contorno correto, que seja adequado as suas feições.
Para cada configuração de rosto, com seus detalhes tão particulares, existe um diferente contorno, e para fazê-lo, você irá precisar de um corretivo, pó ou sombra mais escuro que seu tom de pele, e um iluminador. Ensinarei mais a frente como escolher os tons certos, por enquanto vamos focar apenas em conhecer o formato do seu rosto, e a forma correta de contorná-lo.

O contorno funciona da seguinte forma: o que você deseja esconder deve ser contornado com o tom escuro, e a parte que deseja destacar deve ser iluminada, respeitando o formato do seu rosto. Agora que você já tem todas as informações, vamos descobrir qual tipo de rosto é o seu.

Imagem relacionada

Rosto coração:
A linha da testa é mais larga do que a do maxilar e do queixo, que costuma ser mais alongado.

Técnica usada:

Nesse formato vamos suavizar a diferença entre a parte de cima e a de baixo. Portanto, escureça as laterais da testa e o maxilar, e clareie a zona T do rosto. Isso dará a impressão de um rosto bem mais fino por inteiro.

Tipo de rosto quadrado

Rosto quadrado:

Possuem fisionomia larga e forte. O maxilar é amplo e os traços marcantes.

Técnica usada:

O segredo está em escurecer as laterais da testa e do maxilar e iluminar justamente o centro da testa e do queixo, como também o topo do nariz.

Tipo de rosto diamante

Rosto diamante:

As maçãs são saltadas, e a testa e maxilar são mais estreitos.

Técnica usada:

É preciso escurecer a laterais das maçãs para criar a ideia de um rosto mais fino. A iluminação é feita na testa, nariz e queixo.

Tipo de rosto redondo

Rosto redondo:

É aquele que não possui ângulos definidos. A tendência é que ele seja mais largo nas maçãs do rosto e nas bochechas e mais arredondado nas linhas da testa e do maxilar. 

Técnica usada:

Aqui vamos escurecer as laterais do maxilar, para disfarçar e diminuir. Já a iluminação deve ser feita na testa, meio do nariz e queixo.

Tipo de rosto oval

Rosto oval:

Esse tipo é o mais harmonioso. São sutilmente mais largos nas maçãs do rosto do que na parte da testa e do maxilar. 

Técnica usada:

Escureça abaixo da maçã do rosto, e ilumine a área abaixo dos olhos e o eixo central da face, ou seja, a linha imaginária entre o queixo, o ossinho do nariz e a testa. 

Resultado de imagem para tipos de rosto maquiagem


3- Tons de pele
Não existe um passo a passo perfeito para você acertar na base, portanto o jeito é ir na tentativa mesmo! A dica principal é que quando você for escolher sua base ou corretivo na loja, usar os provadores e ir testando no rosto, ou pelo menos no pescoço, para ver qual mais se assimila ao seu tom. Jamais teste na mão, pois o tom da pele é diferente! Aqui algumas fotos pra ajudar vocês:

Resultado de imagem para tons de pele maquiagem 
Resultado de imagem para tons de pele maquiagem 
Resultado de imagem para tons de pele maquiagem
4- Como limpar a pele 
Produtos utilizados:

→ Sabonete, água micelar ou gel de limpeza
→ Tônico facial
→ Hidratante
→ Protetor Solar 
→ Primer

1º Passo:

Lave o rosto com sabonete, água micelar ou gel de limpeza. Tome cuidado com a temperatura da água, que não pode ser nem quente nem gelada. Isso vai remover o excesso de oleosidade, resíduos e outras sujeirinhas que podem ter se acumulado pela pele, impedindo a fixação da maquiagem.

2º Passo:

Utilize um tônico facial para tirar as impurezas profundas da pele. Ele irá fechar seus poros, dando um melhor aspecto e preparando o local para a maquiagem.

3º Passo:

Escolha um bom hidratante de sua preferência, e coloque sobre a pele fazendo movimentos circulares por todo o rosto. Ele irá evitar o ressecamento causado pela maquiagem, e também deixar o rosto mais macio e uniforme, evitando craquelamento. 

4º Passo:

Caso você esteja fazendo uma make para o dia, é importante utilizar um protetor solar, para proteger bem a sua pele dos raios do sol. Hoje também você encontra hidratantes e bases com proteção solar.

5º Passo:

O primer é um produto utilizado como pré maquiagem. Tem como função uniformizar a pele, diminuir a oleosidade e fechar os poros, para a maquiagem durar mais tempo. O efeito que causa é uma pele lisinha, pronta para receber a base. É indicado para quem tem poros abertos, linhas de expressão ou marcas de acne. Use caso achar necessário.

5- Os produtos que não podem faltar numa boa maquiagem
Para montar seu kit não é necessário gastar rios de dinheiro ou comprar algo além do necessário. Apenas com o básico você já conseguirá fazer uma make linda! Confira os produtos abaixo e a função de cada um:

Limpeza e proteção da pele:
  • Tônico
Tira as impurezas da pele e a prepara.
  • Hidratante
Protege a pele, amacia e deixa a make mais bonita e uniforme.
  • Protetor Solar
É essencial para uma make ao dia, e protege dos raios que causam o envelhecimento.
  • Primer
Uniformiza a pele, diminui a oleosidade, fecha os poros e fixa a maquiagem.

Preparação da pele:
  • Base
Uniformiza o tom da pele, além de esconder também as manchas, olheiras e espinhas.
  • Corretivo
Esconde manchas, olheiras e espinhas. 
  • Pó Compacto
Elimina o brilho indesejado da oleosidade e sela a maquiagem.
  • Blush
Garante um toque bronzeado ou corado à pele, disfarçando a palidez.

Olhos:
  • Lápis
O lápis preto marca, enquanto o branco serve para abrir o olhar.
  • Máscara de Cílios
Também tem a função de abrir o olhar, deixando os cílios mais curvados e longos.
  • Paleta de sombras
Para começar, você pode optar por paletas com cores neutras (nude) com tons claros, e também tons mais escuros que podem ser usados à noite. Uma boa opção também seria uma paleta mais colorida ou com brilho, para fazer alguns efeitos.

Boca:
  • Batom claro e escuro
É ele que dá um toque de cor ao seu rosto. Você pode optar por qualquer cor que você goste, não importa qual ela seja. Pórem uma dica legal é ter um claro, e um escuro, para você poder alternar.

Bom, meninas, essa foi a aulinha de hoje. É basicamente isso que precisamos saber para entrar a fundo nos tutoriais de maquiagem, para com o tempo pegar uma certa experiência. Espero que gostem, e até o próximo post! Beijosss 💖😘